Processo de Seleção

O Programa de História Econômica da Universidade de São Paulo realiza duas seleções por ano para o ingresso no Mestrado ou no Doutorado, cujas informações são divulgadas por meio de editais específicos, acessíveis pela página que o Programa mantém na web.

Os candidatos estrangeiros encontram duas formas de ingresso no Programa: 1) Pelo processo seletivo, conforme informado no respectivo edital de seleção; 2) Fora do período seletivo.

Neste último caso, de acordo com o país de origem, o candidato poderá optar entre duas formas de ingresso:

  • “Fluxo contínuo”: O candidato deverá encaminhar o projeto de pesquisa por email (spghisto@usp.br) e aguardar a resposta do Programa, que nomeará uma comissão para avaliar o projeto e as possibilidades de orientação. Sendo aceito, o Programa irá providenciar uma "Carta de Aceite". Com este documento, o candidato deverá procurar o consultado brasileiro em seu país, realizar a inscrição e ser aprovado na prova CELPEBRAS. Posteriormente, o candidato deverá apresentar-se à Polícia Federal e solicitar o RNE (registro nacional de estrangeiros)
  • Convênio PEC-PG (via Ministério da Educação do Brasil) – acessível para os candidatos de países com os quais o Brasil mantém acordos para formação de quadros de Pós-graduação, notadamente América Latina e África.

Ressalte-se que também é possível ao estudante estrangeiro solicitar uma “dupla titulação”, mediante convênio institucional. Esta modalidade lhe permite manter vínculo com sua Universidade de origem e ter um título também reconhecido pela Universidade de São Paulo, co-orientado por um especialista do Programa de História Econômica. O processo deve ser formalizado junto à Coordenação do Programa e pode demorar alguns meses até ser aprovado em todas as instâncias.